Marca Maxmeio

Notícias

Home · Notícias
01 de agosto de 2019

Audiência pública discute as metas nacionais do Judiciário para 2020

Além da AMATRA21, outras associações, grupos de empresários e a sociedade participaram do momento de construção participativa.

Com a presença de membros do Poder Judiciário, da Ordem dos Advogados do Brasil, da Associação de Magistrados e de servidores, bem como estudantes, sindicatos, empresários e  sociedade civil, o Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN), em seu plenário , na tarde desta quinta-feira (1), realizou audiência pública para  diálogo sobre Metas Nacionais para 2020.

Após a contextualização sobre a modernização da gestão pública aplicada ao Poder Judiciário e os processos participativos, feitos pelo presidente do TRT-RN, desembargador Bento Herculano Duarte Neto, seguido do juiz gestor de metas do regional, Luciano Athayde Chaves, a AMATRA21 marcou a discussão, com a participação do presidente Higor Sanches e da vice-presidente Daniela Lustoza.

“O sistema de metas estabelecido no âmbito do judiciário pelo Conselho Nacional de Justiça é embasado na celeridade. E nesse sentido, é importante frisar que é preciso primar pela saúde e qualidade de vida daqueles que trabalham e fazem este Poder funcionar. As metas são importantes e precisam vir. Mas, à medida em que retratam o que somos e as nossas necessidades, precisamos respeitar os seres humanos que estão na lida diariamente, colocando então, a qualidade das sentenças e capacitação dos magistrados e servidores, como metas do judiciário”, disse Higor Sanches, durante a solenidade.

Ao longo do encontro, os participantes debateram ideias para a elaboração participativa das propostas, as quais serão levadas ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no dia 28 de agosto.

 

Autor: Flávia Freire