Marca Maxmeio

Notícias

Home · Notícias
29 de junho de 2018

Parceria com ABC Futebol Clube visa levar cidadania a jovens jogadores

Os Programas Trabalho, Justiça e Cidadania e de Combate ao Trabalho Infantil no RN farão parceria com o ABC Futebol Clube durante a 11ª edição dos Jogos Nacionais da Anamatra.

Na tarde desta quinta-feira (28), representantes do Programa Trabalho, Justiça e Cidadania (TJC), as juízas do Trabalho Simone Jalil e Rachel Vilar, o coordenador do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de estímulo à aprendizagem da Justiça do Trabalho no RN, o juiz do Trabalho Cácio Oliveira, o diretor jurídico do ABC Futebol Clube, o advogado Alexandre Pinto, estiveram reunidos  com o presidente da Amatra21, Inácio Oliveira, para discutir as futuras ações da parceria com o Clube Potiguar, durante os Jogos Nacionais da Anamatra em outubro próximo, que se realizarão na capital potiguar. 
 
Na reunião, foi acertado que o TJC efetivará iniciativas com os jogadores de base do ABC, levando informações a respeito dos direitos e deveres do trabalhador, para esses atletas que, em sua maioria, entram no mercado muito cedo, e sem a mínima noção daqueles direitos.
 
“Nós vamos lidar com esses jogadores mirins que estão sedentos por conhecer seus direitos. Jovens esses que muitas vezes entram num time com aquela ânsia de jogar, mas não sabem o que é ser jogador no sentido legal, quais os seus direitos e deveres, o que é direito de arena e direito de imagem, não conhecem – sequer – a Lei Pelé”, explicou a juíza Simone Jalil, completando que se trata de algo muito maior além do sonho profissional, como qualquer outro trabalhador, e que é isso que o programa vai esclarecer, principalmente, nessa associação com os jogos da Anamatra, de maneira a levar cidadania a esses atletas que por vezes ficam à margem da sociedade.
 
Outro ponto que será explanado é a questão do trabalho infantil, que é toda forma de trabalho realizado por crianças ou adolescentes abaixo da idade mínima permitida, que aqui no país é de 16 anos, com algumas exceções . Uma realidade comum no mundo do futebol, principalmente no Brasil.
 
“A ideia é levar esclarecer como esses jovens podem entrar no mercado de trabalho e ter salvaguardados seus direitos, com foco no combate ao trabalho Infantil, de maneira à incentivar a aprendizagem. O que culminará em uma partida de futebol entre a equipe mirim do ABC e  uma equipe de algum  dos trabalhos sociais dos quais apoiamos, para dar boas vindas aos atletas que disputarão a 11ª edição dos Jogos da Anamatra”, corroborou Dr. Cácio.
 
“será uma grande festa, primeiro por essa parceria em um evento de tão grande renome, depois por dar aos nossos jovens atletas, a oportunidade de aprender sobre a legislação trabalhista. Esse conhecimento fará grande diferença na vida de cada um desses atletas”, finalizou o diretor jurídico do ABC, Alexandre Pinto.

Autor: FLÀVIA FREIRE